A ousadia do homem brasileiro contemporâneo! – SPFW

A moda masculina tem crescido com o passar dos anos.
Um olhar mais cuidadoso e apurado, vindo de um homem mais atento, permite que designers possam ter uma liberdade maior na hora de criar suas coleções.
Um dos fatores que comprovam essa “teoria”, é o número de desfiles dedicados aos meninos que rola mundo afora e, nesta temporada de Verão, no São Paulo Fashion Week.

Os designers que encabeçaram os desfiles que contaram com forte presença de moda masculina, se empenharam e construíram coleções que, apesar de comerciais, trazem esse novo olhar do Homem Brasileiro.
Estamparias de força e atitude, inspiradas principalmente pelas folhagens tropicais, se mesclaram aos tecidos naturais e tecnológicos, trazendo influências do esporte e da música.

Mix de estampas em shapes oversized e confortáveis dominaram as coleções masculinas!

Mix de estampas em shapes oversized e confortáveis dominaram as coleções masculinas!

 

Apesar do mix de estampas ser presente em quase todas as passarelas masculinas, os pontos mais altos foram o uso de tecidos nobres, não tão comuns ao universo masculino, e a ousadia dos shapes, que fugiram do denominador comum de sempre.

Alexandre Herchcovitch – que tem um histórico interessante quando se trata de moda masculina – trouxe uma mistura de influências esportivas, Rock’a’Billy e alfaiataria desconstruída.
Herchcovitch usou bases predominantes no universo feminino, como o voil bordado (quase uma renda), alfaiatarias acetinadas e jacquards para construir shapes amplos e longos.

Voil bordado, alfaiataria acetinada e jacquard estão presentes na coleção de verão 2015 de Alexandre

Voil bordado, alfaiataria acetinada e jacquard estão presentes na coleção de verão 2015 de Alexandre

 

Os xadrezes, uma das assinaturas de Alexandre, trouxeram a pegada punk e em muitos looks vieram acompanhados de aviamentos de listras de teor esportivo.

Os xadrezes se misturaram às influências esportivas, criando uma espécie de "Neo Punk"

Os xadrezes se misturaram às influências esportivas, criando uma espécie de “Neo Punk”

 

As calças e bermudas, mais amplas, se misturavam aos kilts, camisões em tecidos diferenciados, blazers superlongos sem manga e foram complementados no styling aos meiões esportivos e creepers (provenientes do Rock’a’Billy e punk):

Uma espécie de "Neo Punk" caminhou pela passarela de Herchcovitch

Uma espécie de “Neo Punk” caminhou pela passarela de Herchcovitch

 

A marca Amapô, famosa por seu trabalho em estamparia, não deixou passar a oportunidade, e trabalhou num mix intenso de cores e estampas, em shapes amplos e desestruturados, criando uma espécie de “Surfista Cigano”

Amapô trabalhou com um mix intenso de estamparia e trouxe influências do universo Gipsy misturadas ao surf e aos anos 1990

Amapô trabalhou com um mix intenso de estamparia e trouxe influências do universo Gipsy misturadas ao surf e aos anos 1990

 

Cavalera criou uma coleção cheia de tecidos nobres. Sedas e transparências foram bases para estampas tropicais sóbrias. O clima esportivo não deixou de aparecer na coleção, através dos shapes amplos, das bermudas que imitavam o boardshort e dos casacos/parkas.

A cavalera também se influenciou pela estética cigana e trouxe folhagens tropicais mais sóbrias em shapes soltos e alongados

A cavalera também se influenciou pela estética cigana e trouxe folhagens tropicais mais sóbrias em shapes soltos e alongados

 

A Colcci ousou e misturou estampas. Num clima “Pescador”, sofreu influências do surfwear e do resort.
Listras faziam composição com florais tropicais em parkas e calças oversized.

Colcci criou um clima resort, usando referências da vestimenta dos pescadores e mixando estampas e padronagens

Colcci criou um clima resort, usando referências da vestimenta dos pescadores e mixando estampas e padronagens

Color Blocking de tons vivos e adocicados foram complementados por estampas tropicais e listras em shapes oversized

Color Blocking de tons vivos e adocicados foram complementados por estampas tropicais e listras em shapes oversized

 

Ainda rolou João Pimenta, que trabalhou a questão do fabric blocking, Ellus que se baseou no Hip Hop americano e Triton, que trouxe para a passarela, shapes desestruturados e leves. Confira os desfiles completos no FFW!

Enjoy!!
🙂